K2 Sistemas - Empresa de Consultoria em Tecnologia de Informação, Rio de Janeiro - Brasil.

K2 Sistemas - Empresa de Consultoria em Tecnologia de Informação, Rio de Janeiro - Brasil.



Jornal do Commercio destaca profissional da K2 Sistemas

Jornal do Commercio, Informática, 17 de maio de 2006.

Matéria com Flavia Miranda sobre Usabilidade no comércio eletrônico publicada no caderno de informática.

Veja abaixo a matéria:

E-COMMERCE
Site bom é site fácil de usar

RENATO MOTA
renatomota@jc.com.br

O comércio virtual, através da internet, veio para facilitar nossas vidas... ou não? A praticidade de comprar sem sair de casa acaba esbarrando na falta de usabilidade de alguns sites de lojas. Muitas vezes, a empresa acaba perdendo dinheiro e clientes por não ter uma página que forneça todas as informações necessárias à compra.

Isso não tem nada a ver com segurança, já que muitos desses sites são seguros e à prova de clonagem de cartão de crédito. Uma pesquisa de mestrado realizada pela designer Flávia Miranda, da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), constatou que as páginas de comércio eletrônico possuem níveis baixos de usabilidade, prejudicando a realização da tarefa pelo usuário, resultando em frustrações e, na maioria das vezes, na não efetivação da compra.

"Alguns sites não fornecem dados que auxiliem o usuário na hora da compra, e eles acabam tendo que visitar a loja pessoalmente para escolher o melhor produto", conta Flávia, que também é responsável pelo departamento de design e usabilidade da empresa K2 Sistemas. Segundo a pesquisa, apenas 5% das pessoas avaliadas compram na internet sem antes ir à loja. A amostra contou com 20 pessoas.

A concorrência entre lojas virtuais é muito mais acirrada do que se imagina. Segundo a pesquisa, as pessoas normalmente freqüentam as lojas que são mais convenientes, seja por serem mais próximas da sua casa, seja por terem mais facilidades, como um bom atendimento ou estacionamento. Na internet, essas vantagens desaparecem."Se o usuário não conseguiu encontrar o produto que quer em um site, com dois cliques no mouse ele já está na loja do concorrente. O site é o cartão de visitas de uma empresa. Se a página não é organizada, o cliente acabará pensando que a loja é igualmente bagunçada", argumenta Flávia.

Com base na pesquisa, a designer sugere uma série de recomendações para as empresas que desejam facilitar o acesso dos seus clientes aos dados que eles precisam, tais como colocar as informações mais importantes no topo da página (navegação, foto do produto, descrição, preço) e elementos menos importantes abaixo (descrição mais completa, avaliação dos consumidores, acessórios e produtos similares).

Outro elemento que facilita a navegação para o usuário é um bom sistema de buscas, que possibilite a ordenação de itens por preço, mais vendidos, marcas e mais novos. Para agilizar a comparação, Flávia recomenda que as informações sejam construídas em forma de tabela, e que o site apresente fotos, com legenda, de vários ângulos, para que o cliente possa ver os detalhes.

Clique aqui para visualizar a matéria original.